Visão Espírita da Deficiência Mental



Vamos dividir nosso assunto em três partes:
1º - Quem é o deficiente mental?

2º - Como se realiza o processo para que nasça com esses problemas.

3º - Ajuda espiritual e prevenção para que diminuam essas possibilidades.

Vamos encontrar em O Livro dos Espíritos, q.371 a 374, respostas dos Espíritos a Kardec sobre a idiotia, hoje deficiência mental. Q.371 - A opinião de que os cretinos e idiotas, teriam uma alma de Natureza inferior tem fundamento? Não. Eles têm uma alma humana, freqüentemente mais inteligente do que pensais e que sofre com a insuficiência dos meios de que se dispõe para se comunicar.
Q.373 - Abuso da inteligência... É a base da Doutrina. Vamos encontrar na vasta literatura espírita mais e mais argumentos que nos mostram com clareza quem é o deficiente mental. Dr. Bezerra de Menezes, no livro Recordações da Mediunidade, psicografado pela médium Yvone Pereira - nos mostra que muitos casos de retardamento mental e problemas epiléticos profundos são ocasionados pelo suicídio.
Podemos citar dois casos:

Trem de ferro: entorpecimento dos músculos, nervos e até da medula espinhal provocado pelo traumatismo violento, o perispírito é lesado pela violência.
Grande Altura: predisposição à loucura e epilepsia, as convulsões nada mais são do que vínculos mentais revivendo o passado (zona de remorso).

Sobre o remorso, André Luiz, no livro Evolução em Dois Mundos, nos fala sobre "Predisposições Mórbidas", gerando anomalias muito grandes no corpo físico e explica:"A recordação dessa ou daquela falta grave que ficam calcadas no Espírito sem que tenha tido oportunidade de desabafo ou corrigenda, cria na mente um estado anormal que classificamos de zona de remorso, provocando distônias diversas de uma encarnação para outra." Epilepsia, no livro "Mundo Maior", de André Luiz encontramos a história de um jovem com crises de epilepsia, provocadas apenas pela percepção da proximidade dos obsessores, apesar de estar ao lado de antigos amigos espirituais em seu quarto, a ligação e a sintonia com esses espíritos por causa do crime, do ódio e o remorso provocam a manifestação da modéstia.

Manoel Philomeno de Miranda, no livro "Grilhões Partidos", psicografia de Divaldo P. Franco, relata a história de uma jovem epilética que em reencarnação anterior, assassinou o marido e o amante, tendo de viver o resto de seus dias mentindo e escondendo seu crime, com isso lesando os centros perispirituais que alteraram o novo corpo afetando o metabolismo endócrino. Ainda quando causados por traumatismo craniano, sífilis ou tumores, o Espírito já tem a predisposição para a enfermidade. Dr. Jorge Andrea, no livro "Psicologia Espírita" aborda a temática do deficiente mental no cap. "Dinâmica Espiritual do Excepcional", falando da participação do espírito na formação do seu próprio corpo. "Os genes cromossomiais responsáveis pelos fatores da herança, teriam em seu íntimo as influências dos vórtices do psiquismo profundo a comandar, orientar e ditar normas no mecanismo da vida. "Essa colocação completa o que André Luiz nos mostra sobre a zona de remorso."

Vemos, então, a influência enorme da consciência do reencarnante modelando seu próprio corpo, influenciando os genes da hereditariedade. A epilepsia congênita muito comum no excepcional seria distúrbio ligado a causa pregressa. O deficiente mental (congênito) não foge a essa regra.
Outro ponto importante é quando ele coloca: "O Espírito reencarnante com suas deficiências, buscando a futura mãe, sintoniza-se, afiniza-se mais facilmente com as células sexuais que carregam deficiência e desajustes em suas estruturas íntimas, isto é, aproveitamento da Lei para que o Espírito não escape ao seu destino doloroso, mas necessário."

O deficiente mental apresentando distúrbios múltiplos, não pode ser traduzido como um acaso biológico, inclusive no phpecto hereditário que a Doutrina Espírita nos mostra relativa. No livro "Missionários da Luz", cap. 12, André Luiz nos mostra inúmeras experiências onde o Espírito reencarnante pede que sejam alteradas certas condições físicas para que possa vencer as suas provas.

Em "Evolução em Dois Mundos - cap. 7, André Luiz fala:..." no ser em formação toda permuta entre os cromossomos é presidida por agentes magnéticos ordinários (lei de hereditariedade), ou extraordinários (pela intenção dos Organizadores do Progresso).

Em razão disso, atendendo-se aos objetivos finalistas do Universo, não será possível esquecer o plano Divino, quando se trate de qualquer imersão mais profunda na genética, ainda que isso contrarie aos cultores da ciência materialista."Boletim Médico Espírita, Junho e Agosto de 1987, "Evolução em Dois Mundos", "O corpo herda do corpo, a primeira célula formada após a fecundação é a primeira expressão do próprio corpo, depois na formação não há ação dos Espíritos ou da mente do reencarne."

Ajuda espiritual e prevenção:
Consiste que apenas o corpo está atrofiado, incluindo o cérebro e pela resposta que os Espíritos dão a Kardec, na questão 374 sobre a lucidez da consciência, a terapia espiritual deve ser com vibrações, preces, palestras, pois ouvem e entendem o passe, e em alguns casos, de maior rebeldia, esses passes são aplicados duas ou três vezes na semana e ainda a Evangelização aos que têm um pouco mais de entendimento.

Terapia Preventiva:
Divulgação Doutrinária intensa; Palestras nos Centros; Cursos de Doutrina; Programas nas Emissoras, mostrando a Lei de causa e Efeito -as conseqüências oriundas dos erros, egoísmo, etc. É a única maneira de evitar que nasçam, no futuro, deficientes mentais..

http://www.nossolar.org.br/n_espir2.php

Enviar um comentário