SINDROMA SUPRINADOR





DOR NO COTOVELO-SÍNDROME DO SUPINADOR.

Anatomia
O nervo radial localíza-se junto ao septo intermuscular do braço, passando entre o músculo braquial e braquioradial e extensor radial longo do carpo, entrando no antebraço em frente ao capitélio e a cabeça do rádio. Antes de passar entre as duas partes (superficial e profunda) do músculo supinador, o nervo radial emite ramos que inervarão o braquial, o braquiorradial, o extensor radial longo do carpo, o nervo radial emitirá ramos que inervará o próprio supinador, extensor longo dos dedos, extensor próprio do 5º dedo, extensor ulnar do carpo, extensor longo do polegar,extensor próprio do indicador, abdutor longo do polegar, extensor curto do polegar, e extensor do polegar.A Arcada de frohse é um arco fibroso presente em aproximadamente 30% das pessoas na borda proximal do músculo supinador.O nervo radial divíde-se em dois ramos:
sensitivo e motor.

A etiologia

a etiologia (causa) é a compressão que o ramo motor sofre ao cruzar estas duas estruturas, as arcada e Frohse e músculo supinador, ou deve-se a compressão circundantes, tais como bursa aumentada de volume, cistos, tumores, fraturas viciosamente consolidadas, hipertrofias musculares, movimentos repetitivos de pronosupinação com força.

Sintomas

dor no terço proximal do antebraço, que se exacerba durante o esforço, diminuição da força ou mesmo paralisia dos músculos inervados pelo ramo motor(nervo interósseo posterior após a passagem pelo músculo supinador). O diagnóstico diferencial é realizado com os processos inflamatórios do cotovelo (artrite Reumatóide, contusões, etc)Epicondiloalgia-Cotovelo de tenista, também chamada de Tennis Elbow.

Diagnóstico

Nem sempre é fácil devido a similidade com outras patologia, no entanto exames como eletromiografia dinâmica, já que em repouso o exame poderá ser normal.

Tratamento clínico

Inicialmente é sempre conservador:

Antiinflamatório não estoroidais entre 15 a 20 dias.

Fisioterapia/( condulta pessoal)Dr. Ricardo Sena.

Calor local- utilizo hidrocolactor-porém outros recursos também podem ser utilizados, tais como microondas e ondas curtas-CUIDADO! Se o paciente estiver com quadro agudo poderá haver piora dos sintomas. Sugiro calor superficial compressas quentes, infra vermelhos , parafina .
Massagem miofacial-Crochetagem mioaponeurótica- ( abrir as fascias)
corrente analgésicas-Utilizo Ultra exitante por 10 minutos com o objetivo analgésico, mirrelaxante, drenagem de edemas locais.
Ultra som combinado com interferencial para dinamizar o efeito analgésico, miorrelaxante, e também drenagem de edema.
crioterapia - tem efeito analgésico, vasocontrictor e inibe formação de novos edemas locais perineurais.
Alongamentos dos músculos extensores devem ser leves e indolores, reservo estes para uma fase mais tardia, onde ja existe um controle da dor.

Tratamento cirúrgico

Geralmente é de exceção, o objetivo é a liberação do nervo, das estruturas causadoras da compressão, além da liberação, os cirugiões aconselham a microneurólise do nervo radial, que permite o retorno mais rápido às funções.

fonte: Folder informativo: Dr. Osvandré Lech.
Enviar um comentário